quinta-feira

Para gostar de ler #1


No último domingo aconteceu a primeira reunião do grupo Circulo do Livro. Esse grupo "é um clube de leitura online. A reunião é feita pelo Facebook, onde é discutido o livro do mês e é indicado um novo livro para o próximo mês." Para mais informações podem visitar a página do grupo no Facebook e se pá ler as regras.
O livro escolhido para esse mês, como era a vez de um clássico, foi Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Ótima escolha, visto que o filme homônimo produzido em 2005 é um dos meus favoritos, tive certeza que a leitura seria agradável.

Primeiro a odisseia para encontrar o livro. Oh, mas é um clássico. Encontramos em qualquer lugar! Mas não é? 
Amigos: x, biblioteca: x. Ah, quer saber? Vou comprar esse livro e pronto. Estava me sentindo o 'Fuck yeah' quando me deparo com a indisponibilidade do livro no Submarino (esse é o único site onde me dou ao luxo de comprar algo devido ao valor do frete). Só restou uma alternativa: e-book. Esse sim foi fácil. Peguei o primeiro arquivo: 520 páginas! 


Algumas horas depois procurei novamente e encontrei um de 290! 


Um dos nomes de maior prestígio da literatura inglesa, Jane Austen (1775-1817) começou a manifestar talento para as letras ainda na adolescência. Seus romances descrevem, com notável argúcia e sutil ironia, a sociedade rural inglesa de seu tempo, por meio de entrelaçamento de personagens e sentimentos da vida comum. 

Orgulho e Preconceito (1813) é a envolvente história de Fitzwillian Darcy e Elizabeth Bennet, os quais, à primeira vista (aliás, Fisrt Impressions, "Primeiras impressões", foi o título originalmente dado por Jane Austen a esta obra), não têm uma boa opinião um do outro, mas, no desenvolvimento do enredo, acabam descobrindo que estavam totalmente enganados. 

Orgulho e Preconceito é a obra mais aclamada desta autora, não só no Reino Unido como em todo mundo, e tem sido frequentemente adaptada para o cinema, televisão e teatro, com grande sucesso de público e crítica. 


"É uma verdade universalmente concebida que um homem solteiro que possui uma grande fortuna deve estar à procura de uma esposa".


A escrita de Jane Auten é espetacular! Em cada linha eu sentia uma leve ironia, mesmo nos momentos tensos. No início temos a impressão de que os personagens principais são Jane (irmã de Lizzy) e Bingley (amigo de Darcy). Esses quatro são os personagens mais normais, se é que podemos dizer assim, já que os todos os outros são caricaturas muito bem feitas de vários estilos e personalidades. Se bem que a Jane não é muito normal, pois ela não consegue ver maldade em quase nada. Para ela sempre tem um outro lado da história...

Lizzy é a ironia em pessoa. Sendo essa uma característica que herdou, e muito bem, de seu pai, que a tem como favorita. Ao mesmo tempo em que faz o papel de uma anti-heroína inteligente e carismática é também muito orgulhosa e deveras preconceituosa.

A primeira impressão que todos têm do Mr. Darcy  é a de um homem orgulhoso, antipático, pedante, arrogante, rude... e por aí vai. Tudo de ruim imaginavam sobre ele, que também era muito (muito mesmo!) rico. Realmente ele era muito orgulhoso e preconceituoso, mas como disse a Lizzy também tinha certa dose desses defeitos.

Lizzy e Mr. Darcy, confronto no baile. ^^

Com o tempo eles acabam descobrindo mais um sobre o outro, quebrando tabus, e derrubando de vez (ou não!) o preconceito e o orgulho e primeiras impressões sempre passam...

Mesmo deixando alguns motivos fisiológicos de lado, meu personagem favorito continua sendo o Mr. Darcy, pois eu o entendo perfeitamente. Um misantropo entende o outro, sabe? Ele diz que não consegue manter uma conversa com quem não tem tanta intimidade e logo deixa isso claro. É verdade também que ele conserva uma certa prepotência sobre o fato de possuir uma posição social elevado (fato que não compartilhamos!), pois seus próprios pais o criaram assim, como se ele fosse superior a outras pessoas menos afortunadas. Depois de "engolir sapos" quando Lizzy o faz enxergar que as coisas não são bem assim ele muda algumas de suas atitudes para com os outros e principalmente com ela, se mostrando mais... Comunicativo. 

Bem mais "simpático", não?


Se você quer um clássico ao mesmo tempo romântico e pouco (muito pouco) meloso, esse é o livro! Alguns enfatizam a linguagem do livro que é um pouco densa, por ser um clássico e tudo mais, e apesar de não ter visto nenhum problema quanto a isso, já deixo aqui o aviso. 

Ah, quem quiser participar do grupo fique à vontade, o livro desse mês já foi escolhido: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom. 
 


.



7 comentários:

  1. Eu li esse livro e realmente gostei. Adorei a história linda do casal, mas achei que é realmente pouco detalhista, por causa da versão que eu tenho em casa, que é minúscula. Vou ter que ler um maior, mais complero, porque senti a falta de me aprofundar na história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Parece interessante... Embora ache que eu não o lerei... Sinto falta de quando eu tinha tempo pra experimentar algum novo tipo de leitura. Cheguei a ler livros de quase 1000 páginas... Rsrs..

    Ah propósito... Sem querer ser chato, mas eu terminei o segundo capítulo daquele conto... ^^ Sinta-se a vontade para o ler, hehe.

    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei bastante interessada por este grupo...
    E vou procurar saber mais sobre ele
    E eu ainda não i este livro
    Apenas assisti ao filme, mas gostei bastante
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não li o livro, porém assisti ao filme e achei a linguagem EXCELENTE, além de a história também ser muito boa!

    Tenha um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  5. Que ideia super bacana!!! Assim várias pessoas podem participar do clube, gostei mesmo!
    Ainda não li Orgulho e preconceito. Já vi e ouvi várias opiniões divergentes sobre o livro mas eu confesso que gosto mesmo do filme por causa do Mathew Macfadyen, ele é lindo!!!
    =*

    ResponderExcluir
  6. Que lindo aqui *--*
    eu super adorei

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://momentosdapathy.blogspot.com
    http://pathyoliver.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. ah, que resenha deliciosa!!!
    Eu estou acostumada a ler clássicos, e achei esse livro com uma linguagem um pouquinho arrastada =) Mas é uma história deliciosa!
    Fiquei feliz de saber que gostou da reunião do Círculo do Livro =)

    ResponderExcluir

Comente! Don't be afraid, apenas let it be.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...