quinta-feira

Selos *-*




Regras:
• Exibir a imagem do selo no blog . 
• Exibir o link do blog que você recebeu a indicação. Ver além da máscara
 Obrigada Amanda *-*
• Escolher 10, 15 ou 20 blogs para dar a indicação e avisá-los.




Ganhei da Jéssica Pereira do Surtos Mode On.  Lindo, né?!
Obrigada Jéssica *-*
Regras:
• Diga 2 defeitos e 2 qualidades suas:
- Anti-social, irônica / responsável e fiel
• Indique este selo para outros 6 blogs.

Indicações, para os dois selos:




Surtos Mode On. da Jéssica
Costurando estrelas... da "Eterna Costureira de Estrelas..."

Desculpem pela demora em postar os selos. Indiquei apenas oito blogs, porque são os que sempre visito (atualizam frequentemente, ou não) e por isso lembro mais, rs  
O selo da Jéssica era apenas para seis,passou alguns ai, mas sem problemas porque alguns já receberam o selo, né?  :)

domingo

Do You Remember?

 



Você se lembra de quando nos conhecemos? Eu me lembro bem, foi em algum dia no início de setembro. Seu cabelo estava molhado. O tempo para mim parou. Você não se importou e me fez esperar. Mas eu nem liguei, era louca por você. Então, eu me atrasei para a aula e tranquei minha bicicleta na sua. Não foi difícil encontrar, você colocou seu nome nela. Talvez eu estivesse com medo de você ir embora e de não voltar para mim.
Eu me lembro bem de quando peguei um táxi numa tempestade só para te ver tocar e sentei na primeira fila e você olhou para mim.
Você se lembra quando nos mudamos? O piano ocupou toda a sala. Eu lhe fazia de bobo e você tocava músicas de amor para mim. Eu dizia que estávamos brincando de casinha. Nós construímos nossa fuga numa árvore que encontramos e nos sentimos tão longe, mas ainda estávamos na cidade.
Bem, todos esses momentos vêm e vão, e sozinhos não parecem tão longos. Tínhamos tudo estávamos apenas prestes a nós apaixonarmos ainda mais. Então seguimos em frente. É muito tarde para te lembrar como nós éramos, mas não nossos últimos dias de silêncio, gritando, obscuros. Quase tudo de que lembro, me da certeza que não devia ter passado por aquela porta. Mas em algum lugar nós erramos. Éramos tão fortes. Nosso amor é como uma canção e não podemos esquecer isso. Você pode ser feliz, eu espero que você seja. Você me fez mais feliz do que jamais tinha sido até então e de algum jeito tudo que tenho cheira a você e pelo minúsculo momento é tudo mentira.
E, finalmente, dez anos se passaram. Todas as fotos foram queimadas. E todo o passado é apenas uma lição que aprendemos. Agora faço as coisas que sempre quis sem você aqui para segurar-me, não penso, apenas faço, como você me disse uma vez. Nós não conseguimos voltar, ficamos presos no tempo. Mas você ainda é meu.
Você se lembra?


Jack Johnson - Do You Remember
Damien Rice - I Remember
Demi Lovato - Don't Forget
Snow Patrol - You Could Be Happy

terça-feira

Goodbye My Lover




Acordou assustada, a cabeça latejava, os olhos ardiam, o corpo doía. Sentou-se na cama tentando se lembrar de como ficou naquele estado. Não conseguiu. Olhou para o relógio; 1:25h. Levantou-se e foi até o banheiro, olhou-se no espelho, ainda usava o vestido de festa preto, estava irreconhecível. Nem de longe parecia aquela mulher vaidosa e equilibrada que sempre aparentou ser. Sentiu ânsia de vômito... Lavou o rosto com bastante água, como se isso fosse fazê-la se   recordar de tudo. Sentiu uma pontada forte na cabeça que a fez perder o equilíbrio. Foi para o quarto e deitou-se novamente. Só então reparou no ambiente ao seu redor. Estava bastante desorganizado, até um pouco sujo, então teve uma breve recordação da noite anterior. Havia se descontrolado na bebida, e estava em uma festa, só isso, não se lembrava de como conseguiu chegar a sua casa. Ah, sim..., pensou. O Matt trouxe-me para casa, só pode ter sido ele. Resolveu ligar para seu namorado, Matt. Pegou o telefone no criado-mudo e só então percebeu um envelope que estava entre o telefone e o porta-retratos. A foto, estranhou que fosse uma foto sua, da última vez que viu aquele porta-retratos havia uma foto dela e do Matt. Pensou ser um fato sem importância, afinal ela mesma poderia ter trocado a foto. Estava curiosa sobre o conteúdo da carta. Sua cabeça ainda latejava, mas mesmo assim sentou-se ao redor da cama, e pôs-se a ler a carta, não tinha nome no envelope o que aumentou sua curiosidade.


Eu te desapontei ou te deixei triste? Deveria me sentir culpado pelo que aconteceu? 
Porque eu vi o fim antes de começarmos. Sim, eu vi. Então eu peguei o que é meu por direito eterno, peguei sua alma durante a noite. E talvez isso tenha acabado, mas não vai parar aí. Eu estou aqui por você, se você apenas se importar... Você tocou meu coração, tocou minha alma. Mudou minha vida e meus objetivos.  O amor é cego e eu soube disso quando meu coração foi cegado por você. Te conheço tão bem, conheço o seu cheiro. Por um tempo eu estive viciado em você. Sou um sonhador, mas quando eu acordo, você não pode destruir meu espírito - são meus sonhos que você pega. E quando você seguir em frente, lembre-se de mim. Lembre-se de nós e tudo que costumávamos ser. Eu já te vi chorar e sorrir, já te observei dormindo por um instante. Eu seria o pai do seu filho. Eu passaria uma vida inteira com você. Conheço seus medos e você conhece os meus. Nós tivemos nossas dúvidas, mas agora nós estamos bem. Eu te amo, juro que é verdade. Ainda seguro sua mão na minha quando estou dormindo. E irei aguentar minha alma no tempo, quando eu estiver ajoelhando aos seus pés. Adeus meu amor, adeus minha amiga. Mas saiba que você sempre será a única para mim.
Matthew


Então ela se lembrou da noite anterior, da terrível briga que teve com ele. Lembrou-se de ter gritado várias vezes que não o amava e que estava com ele por pena. Pena pelo que ele sentia por ela, e que ele não passava de um tolo apaixonado. Lembrou-se que ele nada fez, apenas a olhou e de repente a abraçou e a levou para casa. Depois em seu quarto a colocou na cama e retirou suas sandálias. Ela a essa altura muito tonta e com a visão embaçada, o viu em pé a observá-la. Então ele saiu do quarto e pouco depois retornou com um envelope nas mãos que colocou sobre o criado-mudo e retirou a foto do porta-retratos. Virou-se, abaixou-se até ela e deu-lhe um beijo na testa, não tinha certeza mas viu que seus olhos lacrimejavam um pouco, então ele disse adeus e partiu, parou na porta, novamente a olhou com cara de desiludido, saiu e fechou a porta atrás de si.

Lágrimas corriam pelo seu rosto, se sentia péssima pelo que fez.  E pior ainda porque ela o amava sim e muito, mas o que fez, mesmo embriagada, não tinha perdão. Mas quem sabe talvez... Discou os números da casa de Matt. A empregada atendeu e ela logo perguntou:

– Posso falar com o Matt?

– Desculpe, mas ele pegou o voo para Sydney nessa manhã.


Fim?!


Carta: Goodbye My Lover - James Blunt
Ouça!





domingo

Amor Eterno












O amor eterno é o amor impossível.
Os amores possíveis começam a morrer 
no dia em que se concretizam.


Eça de Queiroz

quinta-feira

Heartless



E: Essa música é a sua cara.
G: Que música?
E: Heartless.
G: Hum. Por que?
E: Heartless: sem coração. Então...
G: Oh! Mas eu tenho coração...  
E: (risos)
G: Tenho sim. Ele só está congelado.
E: Não é a mesma coisa?
G: Pode ser. Mas às vezes o 'calor' é tão intenso que ele se descongela.
E: (silêncio)


*Diálogo verídico!
Nunca entendi porque algumas pessoas dizem que não tenho coração. Mas todo mundo tem coração, e eu não sou exceção a regra. Talvez seja por frequentemente não demonstrar minhas emoções. Ou ainda porque o meu lado racional, muitas e muitas vezes prevalece sobre o meu lado emocional (hm, isso não é a mesma coisa de não demonstrar emoções?) Enfim, esse é o meu jeito de ser e qualquer mudança será difícil. Não serei hipócrita ao ponto de dizer que nunca mudarei por ninguém, porque isso não é verdade. Eu mudarei sim, mas no momento certo e pelas pessoas certas.


Ah! Heartless na versão do The Fray!

segunda-feira

Pieces Of Me





Na segunda, eu estou esperando
Terça, eu estou sumindo
E lá pela quarta, eu não consigo dormir
Então o telefone toca, eu ouço você
E a escuridão se torna uma visão clara
Porque você veio me salvar


Eu caio, com você eu caio tão depressa
Eu quase não posso respirar, eu espero que isto dure


Eu sou mal-humorada e bagunceira
Eu consigo ser inquieta e isto é incrível
Como você parece nunca se preocupar


Quando eu estou brava, você escuta
Me fazer feliz é a sua missão
Você não vai parar até que eu esteja aí


Caio, às vezes eu caio tão rápido
E quando atinjo o fundo do poço
Me machuco, você é tudo que eu tenho


Como você sabe todas as coisas que estou prestes a dizer?
Eu sou tão previsível?
E se está escrito em meu rosto...
Espero que isto nunca se apague... 


Parece que eu finalmente posso descansar minha cabeça em algo real
E eu gosto dessa sensação
É como se você me conhecesse melhor do que eu jamais me conheci
Eu amo como você consegue descrever
Todos os pedaços, pedaços, pedaços de mim



Ashlee Simpson - Pieces Of Me
*-*

sábado

Ilusão



Temo que eu sou uma idiota delirante.
Tudo a ver com o coração.
Mas não importa. Pelo menos ele flerta
comigo ocasionalmente.
É tudo que eu realmente preciso, para a minha
imaginação - vívida
como é - preencher todas as lacunas.

sexta-feira

E por fim, aqui estou eu





Talvez até a mais forte das pessoas tenha desmoronado alguma vez... Talvez até na mais insensível das pessoas algo a tocou verdadeiramente... Talvez até na mais amarga das pessoas tenha havido um momento em que o amargo se tornou doce.
De verdade, foge da minha explicação.
Li livros de depressão. Li cartas de amor que achei por aí. Assisti filme que passa na tarde de domingo e faz qualquer um chorar. Já andei com vontade de cair. Mas pra nada disso tive explicação.
Senti dores de saudade por causa de momentos que por algum motivo acabaram sem eu perceber. Chorei na frente do espelho por olhar um rosto e não saber o que enxergar. Já olhei pro céu, na esperança de que este me mostrasse o que eu não conseguia ver. Fiz minha seleção de música triste, que me tocaram o coração apenas pela melodia estar no sentido do meu coração, apenas pela voz demonstrar o meu desespero, apenas pelo ritmo determinar o ritmo da minha felicidade.
Fiz coisas que talvez eu nunca faria. Pensei em coisas que eu nem sabia que existia. Chorei por motivos que eu nunca imaginei que choraria. E por fim, aqui estou eu.
Caí, desmoronei, me acabei por dentro. E por mais que tudo isso tenha acontecido, aqui estou eu...
É incrível como não conseguimos compreender uma coisa que acontece dia a dia, hora a hora, minuto por minuto e em tantas vidas.
Mas não vou dedicar o resto da minha pra descobrir isso. 



 Yohanna

segunda-feira

No silêncio da noite



 ""


Nunca pensei que pudesse acontecer algo entre nós, mas, enfim aconteceu. Naquele dia eu estava me sentido a pessoa mais feliz do mundo, pois depois de muito tempo tive o imenso prazer de beijar você. Até acho que não estou acreditando nisso. Você significa tanto para mim, que às vezes esqueço de mim mesmo.
Nunca pensei que pudesse amar alguém assim como eu te amei e ainda amo. Quando estávamos juntos sentia que nunca mais sairia dos seus braços, mas infelizmente chegou a hora em que você se foi e senti que levou um pedaço de mim. Eu não tive coragem de dizer a você tudo o que eu sentia pois tinha medo de pensar na possibilidade de não ser recíproco. Ficamos pouco tempo juntos, mas até hoje para mim foi inesquecível e jamais esquecerei.


E hoje, no silêncio da noite eu chorei. Chorei porque senti saudades. Chorei porque queria te abraçar, te beijar e dizer o quanto eu te amo. Infelizmente eu não posso porque uma distância muito grande nos separa. Então eu não aguentei mais e resolvi escrever-lhe para dizer tudo que estou sentindo. Eu sei que sou forte, mas não o suficiente para desistir de você.
Você se lembra quando eu o via com outra, as vezes até ajudava, mas quando chegava em casa chorava por sua causa. Sempre fui forte para suportar tudo isso, e só não lhe disse porque você amava outra. Tenho tanta saudade de quando brincávamos, conversávamos... No entanto chegou o dia em que você me perguntou de quem eu gostava. Eu constrangida lhe disse que gostava de 'um alguém' que não sabia e que não morava na cidade. Não disse a verdade, não disse que 'esse alguém' era você, não disse porque tive medo da sua reação. 


Nesse momento me arrependo tanto de não ter dito a verdade. É uma pena que isso tudo vá ficar apenas na lembrança, porque eu acho que você já ama outra. Mesmo assim posso dizer-lhe com toda certeza que eu te amo, mas não tenho você e nem o seu amor, então fico só na lembrança. Lembrança daqueles momentos que vivia com você e me sentia feliz, mesmo sabendo que você não me amava e nunca pensei que tua ausência pudesse me fazer sofrer tanto.
Essa manhã quando acordei, você estava nos meus pensamentos. Pensei em você o dia inteiro, lembrando do seu sorriso, da sua voz, de todas as coisas que fizemos juntos e me pergunto quanto tempo mais até podermos ficar juntos outra vez... Talvez nunca mais.
Hoje eu não consegui pensar em nada, nada nem ninguém a não ser você. Hoje estou sentindo muito mais saudades que ontem.




-*-









quinta-feira

POEMEU EFEMÉRICO




 Viva o Brasil
Onde o ano inteiro
É primeiro de abril.

Millôr Fernandes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...