domingo

It's too late


  Eu não sou uma princesa e isso não é um conto de fadas. Não sou aquela que você quer agradar conduzindo pela escadaria. Isso não é Hollywood e esta é apenas uma cidade pequena. Era uma sonhadora antes de você chegar e me pôr para baixo. Talvez eu fosse ingênua, pois me perdi nos seus olhos e nunca realmente tive chance.
  Tive tantos sonhos sobre você e eu. Finais felizes. Bem, agora eu tenho certeza que eu não sou uma princesa e isso não é um conto de fadas. Escutava o que você dizia, mas simplesmente não conseguia emitir nenhum som. Dizia que precisa de mim, mas então depois de um tempo você me 'derrubava' de novo.
  Seria capaz de me arriscar, cairia, levaria um tiro por você. Precisava de você como um coração precisa bater, mas isso não é novidade. Eu amei você como um fogo-vermelho, e agora está se tornando azul. Você diz: "Sinto muito", feito um anjo. Céus! Como queria que isso fosse verdade.
  Mas temo que seja tarde demais para pedir desculpas. Mesmo assim lá estava você, sobre seus joelhos implorando por perdão, implorando por mim como eu sempre quis, mas eu sinto muito. . . É tarde demais.
  Eu ainda vou achar alguém algum dia que realmente me trate bem. Esse é um mundo grande, aquela, lá no meu retrovisor desaparecendo nesse momento, era uma cidade pequena. Agora é tarde demais para você e seu cavalo branco me alcançarem.

Taylor Swift – White Horse
Timbaland feat. One Republic – Apologize






Annie estava no bar do hotel esperando por sua bebida.
  – Você por aqui?
Estremeceu ao ouvir aquela voz. Uma voz que ela nunca esqueceu. Virou-se para ter certeza. Sim, era ele. O homem que ela amara por muito tempo e que agora... Bem, agora é agora.
  – Ah, oi!
  – Nossa, você está diferente, muito diferente. Não sei... – Disse analisando-a.
  – É, estou mesmo. Desde o momento em que tive de te esquecer e seguir com a minha vida. – Ela foi direta ao ponto.
  – Annie, você sabe que aquilo foi algo difícil para nós dois.
  – Nós dois? Quem foi a vítima?
  – Escute, Annie. Eu lhe pedi desculpas tantas e tantas vezes. Por que não consegue perdoar-me?
  – Eu já lhe perdoei a muito tempo.
  – Sério? Então eu tenho outra chance?
  – Não.

  – Pronta, querida? - Foram interrompidos por um homem alto e forte, que enlaçou Annie pela cintura.
  – Claro. - Respondeu ela sorrindo. Depois virou-se para o outro. – Adeus Nikki.

16 comentários:

  1. "Perdeu, preibói!"

    Desculpe. Não resisti... '-' Rsrsrs..

    É. Temos que dar valor enquanto temos as coisas. Principalmente se for o amor de alguém. ^^

    Ótima semana pra você, menina! ;3

    ResponderExcluir
  2. O livro é bom sim, recomendo. Um beijo e ótimo dia ;)

    ResponderExcluir
  3. Tem gente que tem essa mania de dar valor após a perda. E aí já pode ser tarde demais; já pode haver um outro alguém que enlace a sua cintura com mais precisão.

    Ah, e essa música de OneRepublic é linda, na verdade, quase todas elas são, mas sou suspeita a falar já que gosto muito da banda.
    Enfim, o seu espaço é um doce. Um lugarzinho que parece receber a gente de braços abertos e com uma xícara de chá. Gostei mesmo, e vou aceitar o aconchego. ^^

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  4. Menina, você usa das palavras de outros serem também as suas, de uma forma complementar e linda. Adorei o texto, tão verdadeiro e forte.

    ResponderExcluir
  5. A gente tem que aprender a seguir em frente e aceitar que certas coisas não podem acontecer e vai além do quê é para entender.

    ResponderExcluir
  6. Valores! Valores! Valores! Devemos nos valorizar antes tudo e todos. E o que vier depois é lucro!

    Agora a "minha" Annie é... é... assim mesmo. rs

    ResponderExcluir
  7. Saudades daqui... lindo como sempre...

    bjos querida
    otima semana pra ti

    ResponderExcluir
  8. Linda história. Seguir em frente é difícil, mas faz muito bem a quem consegue ;)
    Postei a continuação da história lá no blog. Passa lá, espero que goste.
    gabecandido.blogspot.com
    ;*

    ResponderExcluir
  9. Adoro essa música de Taylor Swift! (:


    Sobre o conto.. adorei! É tão bom dar a volta por cima.. recomeçar! xD


    Bjuu =*


    Tânia'

    ResponderExcluir
  10. É, perdoar não é sinônimo de outra chance. Cada um tem seu valor, mas só o percebemos quando perdemos esse alguém.

    Bonitas as canções em que você se inspirou e os contos ficaram dignos de roteiro de filme mesmo, deu até para imaginar! (:

    Beijos, moça.

    ResponderExcluir
  11. Concordo com a Babizinha, deu até para imaginar a cena dos dois, rs. Ainda sou louco por esse post. *-*

    ResponderExcluir
  12. oi, não apareceu mais no blog né?
    Adorei su texto vou vir aqui mais vezes, goseti do seu estilo de escrever.
    Passando também pra divulgar meu novo poema romantico http://otaviomsilva.blogspot.com/2011/05/o-que-faco-com-o-que-sinto.html

    Forte abraço. Até.

    ResponderExcluir
  13. Muito legal o texto.

    Beijos!!

    Arte Around The World

    ResponderExcluir
  14. Detesto quando as pessoas pisam, usam e querem que nós façamos de conta que nada aconteceu para o bem deles :/
    Ta aí, humano é humano, cachorro é cachorro, vai ter uma hora que quando chutar não vai ter volta.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir

Comente! Don't be afraid, apenas let it be.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...