sábado

"Sou antissocial, sou cool!"

Perfil da pessoa no Tumblr, Twitter e afins: 

Chata - preguiçosa - antissocial - ciumenta - irritante - antipática - estressada etc etc de coisas ruins.

Como imaginamos a tal pessoa*: 

Como ela é no dia-a-dia**: 

Como ficamos diante disso*: 


Tento e tento, mas não consigo descobrir o que se passa na cabeça de uma pessoa que acha que ser antissocial é legal. Sem falar nos outros termos do tal perfil que me fariam ficar a pelo menos uma dimensão de distância da tal pessoa, porque convenhamos, de idiota delirante já basta uma (eu!), duas, causaria fissuras no espaço-tempo do Universo (ou não!). Voltando...Talvez isso aconteça pelos exemplos cinematográficos famosos que temos hoje em dia. Exemplos dos quais não cito, pois se você tiver um mínimo de conhecimento acerca de séries e filmes e livros saberá quais são.  Como muitos fantasiam sobre tudo o que veem por aí, acontece isso... 

Lembro-me da onda onda de descrever nos perfis a bipolaridade como uma característica cult. Confesso, eu fiz isso! Culpada! Mas, de fato durante alguns dias do mês grande parte das mulheres sofrem de uma bipolaridade muito bipolar. Embora depois de pesquisar e me informar mais acerca disso não fiz mais afirmações do tipo, muitas pessoas ainda preservam em seus perfis tais características. Creio que quem tenha mesmo o problema, que é muito grave e precisa ser controlado, não queira se expor tão publicamente assim. 

O mesmo acontece com os antissociais. Muitos precisam conhecer o verdadeiro significado desse termo, pois isso é um transtorno de personalidade. Talvez seja necessária uma campanha de desantisocialização (?) de perfis, assim como ocorreu com a bipolaridade.  Veja o que diz o site sobre umas das principais características desse transtorno: "Estabelece relacionamentos com facilidade, principalmente quando é do seu interesse, mas dificilmente é capaz de mantê-los." Completamente o contrário do pensamento de quem acha que um antissocial se isola de toda a gente e tem dificuldades para se socializar. Na era digital essas os antissociais estão juntos&misturados em meio a essa teia de usuários da Web, mas poucos realmente assumem tal característica quando ela é verdadeira e condizente com o real significado do termo. A não ser, é claro, que o façam anonimamente. 

Uma capricorniana que "tem poucos amigos porque padece dessa espécie de anti-sociabilidade". Uma frase do meu perfil do Blogger, que poucos sabem que deriva do livro "Como me tornei estúpido", aliás um livro muito bom (leiam!). Meus escassos (raros mesmo) amigos e até outros seres que julgam conhecer a minha pessoa já tacharam-me muitas vezes de antissocial, não discordo deles, não completamente. Julgaram algumas ações reclusas que são de minha natureza desde que eu me conheço por gente e carimbaram a minha testa com este termo, evoluindo de menininha tímida = garota antissocial = mulher misantropa.
 A minha misantropia desperta em mim um sentimento antissocial que só é controlado por um outro tipo de personalidade que faz com que eu tenha muito escrúpulos, contrapondo as vezes em que pesco pensamentos de um buraco negro multidimensional, onde as ideias são processadas em um liquidificador com uma boa dose de dinamite pangaláctica. É algo deveras paradoxal. 

Concluo que, chego ao fim do texto sem muita conclusão, mas reitero o que disse: não é bom ser antissocial. Ou sim! Se você ler o termo antissocial em um perfil muito cool e descolado já sabe que ali "tem caroço no angu"... Agora se for em qualquer outro lugar, incluindo o já citado, você sabe que não tem como saber se o que está escrito é verdade ou não, e mesmo se não for true fuja dessa pessoa... 

Conhece o Dexter (e o do livro)? Esse sim é um exemplo muito fiel do que é uma personalidade antissocial.
"Embora quase todos os psicopatas tenham transtorno de personalidade anti-social, apenas alguns indivíduos com transtorno de personalidade anti-social são psicopatas." Psicopatia 
****
Veja, bem, não sou profissional do ramo (Humm), não vou me prolongar, mesmo sabendo bastante sobre tal assunto (Pesquisei!), pois não quero que venham dar-me pitacos de que isso ou aquilo que eu disse está errado, e que não sou isso ou aquilo para falar isso ou aquilo, então já fica a dica para os haters. 

Se você ficou muito curioso e deseja mais informações (verdadeiras) vá procurar um psicólogo, psiquiatra ou psicanalista... Pode ser de grande valia para U.
Por falar nisso tenho uma consulta amanhã...  



* Gifs meramente ilustrativos, e foram realmente necessários para ilustrar melhor o início do post. 
** Pelo menos em 55 % dos casos, segundo pesquisas recentes feitas pela University Amassssathcisuts Oraio

quinta-feira

Oito de março



Dia Internacional da Mulher! 

Para ler um texto em homenagem as mulheres clique aqui


Por que a foto da Beyoncé? Porque eu quis. Há! 

sábado

Das 11 coisas


Finalmente recebi um meme! Hahaha! 
O salvador da vez foi o Rodolpho do blog A arte de um sorriso. Vamos ao meme... Isso se vocês se interessarem...
As regras são em inglês. Não sei por qual motivo.

Rules:

Write 11 (random) things about yourself on your blog;
Answer the questions the tagger set for you and create 11 new questions for the people you tag;
Choose the next 11 people to tag and link them on the post;
Go to their page and tell them you have linked him or her;
No tag backs;
You must post these rules.

11 Things About Me 

– Sou mais inteligente do que pareço pessoalmente. Sim, sou! Aliás, isso rende um post. Aguardem!
– Gosto de ler. Todos já sabem isso, mas acho interessante ressaltar.
– Tenho um quê de misantropa. Um "q" não, um "Q". 
– Em um passado distante quis ser professora. Isso antes de concordar com a seguinte frase "Algumas diziam até que subir nas árvores tinha sido uma péssima idéia, e que ninguém jamais deveria ter saído do mar."
– Gosto de cheirar livros. Pelo menos é apenas livros... 
– Há anos estou escrevendo três livros, que um dia (se Deus quiser!) termino, mas não publico.
– Tenho uma fascinação absurda e secreta (até este momento) pelo o Universo e tudo o mais relacionado a ele.
– Músicas instrumentais me encantam, e fazem com que eu crie letras próprias e pessoais na minha mente. 
– Tenho uma mania, extremamente irritante, de analisar o comportamento das pessoas. 
10 – Sou extremamente anti-social (resultado de meu "Q" de misantropa). E sofro de todos os males dessa característica.
11 – Gosto de animais. Desde que esses sejam legais comigo e não me aborreçam mais do que as pessoas.

As 11 perguntas do Rodolpho 

1 – Qual foi sua melhor idade até agora? 
Poderia dizer a infância, mas não. Essa época foi bem divertida e tudo o mais, mas ela está guardada em um canto especial. A reposta então é: entre os 17/18 anos. 

2 – Se pudesse viver de uma arte, qual seria? 
A arte de escrever. É algo que me fascina muito. Tantos mundos, tantos destinos, tantas histórias e estórias... 

3 – Qual sua lembrança mais embaraçosa? 
O vento levantando a saia. 

4 – Se pudesse voltar no tempo para conversar com alguém que já se foi (famoso ou não), quem seria e por quê? 
Seria... Não preciso dizer quem exatamente, basta dizer que foi, e é, uma pessoa muito especial para mim. Não era famosa para o mundo, mas para mim era uma grande estrela. Porque com essa pessoa?! Não sei exatamente. Talvez a maneira como ela tenha partido. Talvez para despedir-me corretamente. Não, não iria me despedir. Iria aproveitar mais, voltaria exatamente naquela época dourada e lhe pediria para olharmos as estrelas no céu por mais um tempo enquanto me contava histórias antigas, e se ela me dissesse que eu tinha que dormir para ir a aula na manhã seguinte, eu responderia: Amanhã é sábado, e ainda há muitas estrelas cadentes para cair e muitos pedidos para se fazer. 

5 – Qual sua mania mais estranha? 
Mover as sobrancelhas, de mil e uma maneiras, enquanto falo. 

6 – Do que você mais tem medo? 
Medo? Hum. De lagartixa. Daquelas gigantes e cinzas, e que mais parecem parentes próximas do Godzilla. Essa pergunta era nesse sentido, certo? Espero que sim. 

7 – Se você soubesse que hoje é seu último dia de vida, como você o passaria e com quem? 
Essa pergunta sempre me pega em uma encruzilhada, pois sei que qualquer coisa que responderei não será verdadeira. Então, eu posso dizer que chamaria todas as pessoas que eu gostaria de ver pela última vez com meus globos oculares, mesmo sabendo que algumas delas inventariam desculpas para não comparecer e depois se remoeriam de remorso. Depois de reunidos, beberíamos uns "bons drink" ficaríamos todos bêbados (primeira/última vez) e pularíamos de para-quedas todos juntos, o que aconteceria depois é um mistério... Talvez o para-quedas de todos não funcionaria direito e cairíamos todos juntos em direção ao desconhecido.

8 – Se pudesse acabar com um grande problema mundial, qual seria? 
Eu tinha escrito uma tese histórica aqui, mas depois de ouvir, ainda a pouco, algo no telejornal, eu apaguei. A resposta é que, sinceramente, eu não sei. 

9 – Por que você escreve? 
Por que tenho que me expressar de alguma forma, senão explodo. Já sabem que eu não sou muito sociável, logo não falo muito. Observo as coisas ao meu redor, penso, crio teorias... A algum tempo a melhor forma que encontrei para expor algumas ideias foi através das palavras, mesmo que saim confusas e cheias de entrelinhas. Isso só prova o quanto complexa (ou não!) eu posso ser. 

10 – Você é feliz? Qual sua definição de felicidade? 
Felicidade é algo complicado. Há mais ou menos 10.100.000 artigos com esse termo no Google, sabe?! (Pesquisei. ¬¬). Quando eu era criança ficava feliz correndo desesperadamente pela rua com meus "amigos"(Loucos?!). Hoje, acho que isso é apenas uma das muitas invenções humanas. Mas, sim, eu sou feliz.

11 – Qual o livro e o personagem que são inesquecíveis para você? 
Essa é a mais difícil, ein? É realmente muito difícil. Mas como é para escolher um, que seja o Tyler Durden, aproveitando o embalo, escolho o  livro O Clube da Luta, do Chuck Palahniuk.

--

Deveria indicar para 11 blogs, mas como sei que poucos leram até aqui, faço algo diferente, e mais prático. Ou não.
Já enviei, por e-mail, o meme para os blogs selecionados. Se não enviei para você avise-me para enviar, ok?! 




Fiquem agora com o Tyler... 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...